Quackwatch em português

"Deficiência Enzimática"

Stephen Barrett, M.D.

Uma boa maneira de vender um produto é persuadindo as pessoas de que elas têm falta de alguma coisa e, que podem obter aquilo que lhes falta, comprando o que você está vendendo. Michael Pinkus, D.C., e a empresa MediaPower, querem que as pessoas acreditem que a “deficiencia enzimática” está espalhada por todos os lugares e pode ser curada através de um produto chamado Nu-ZymesMR. A Media Power, localizada em Portland, Maine, nos EUA, oferece seus serviços a pessoas dos meios de comunicação e convidados, através do InterviewWorld, bem como vende vários produtos através de sua loja virtual MPDirect. Pinkus, um quiroprático que dá aulas e escreve sobre “cuidados alternativos com a saúde”, diz ter muitos artistas de cinema e atletas proeminentes entre seus clientes. Seu resumo biográfico diz que “sua extensa pesquisa em soluções nutricionais para a dor crônica e doenças, resultou na formulação especial de uma linha completa de produtos de saúde naturais” e que ele já apareceu em mais de 500 shows de entrevistas no rádio e televisão.

O produto Nu-ZymesMR afirma conter amilase, protease, lactase, lipase, celulase, Lactobacillus acidophilus, e CereCalase (uma mistura de fitase, hemicelulase e beta-glucanase). As vantagens do Nu-ZymesMR são mais bem explicadas nos websites Dr. Pinkus.com e MediaPower.com, bem como no livreto do Dr. Pinkus chamado “Saúde Definitiva”, o qual a Media Power publicou em 2001. Individualmente e em conjunto, eles afirmam que:

Uma análise detalhada das afirmações acima foi feita em conjunto por mim e pelos doutores Robert S. Baratz (médico e dentista) e Manfred Kroger. Abaixo, está a lista parcial dos fatos que encontramos:

Afirmação Fato
Nu-ZymesMR é uma nova e melhorada formula enzimática feita pelo Dr. Pinkus, incluindo a mistura CereCalaseMR, que é uma combinação especial de 3 enzimas que ajudam uma digestão sadia. Nu-ZymesMR também inclui mais enzimas por cápsula, permitindo que se use um menor número de cápsulas por refeição, o que implica em menor custo. Se a digestão não apresenta problemas, tomar esse produto não vai fazer nenhum efeito. Se existem problemas, é provável que não faça também quase nenhum efeito.
Uma deficiência em enzimas pode resultar em problemas do estômago. Esta frase é, na melhor das hipóteses, enganadora. Nada neste produto pode curar um problema de estômago relacionado com qualquer tipo de deficiência enzimática.
Absorção inadequada de nutrientes pode contribuir para muitos problemas de saúde e pode também agravar doenças crônicas. Isso é verdade mas, o produto não vai corrigir nenhum desses problemas.
Como o produto funciona? As enzimas no Nu-ZymesMR funcionam degradando gorduras, proteínas, açúcares, carboidratos, fibras, amidos e lactose em partículas pequenas. Tome Nu-ZymesMR juntamente com qualquer alimento cozido (a quantidade deve ser baseada no seu peso e altura). Com exceção, possivelmente, da lactase, não há evidencias de que as enzimas no Nu-ZymesMR vão ter alguma atividade no interior do corpo humano. Os sete compostos visados requerem outras enzimas além daquelas presentes no Nu-ZymesMR para serem metabolizados. A lactase no Nu-ZymesMR pode ajudar aqueles que sofrem de intolerância a lactose, a qual é causada pela deficiência na produção de lactase, que é necessária para a digestão da lactose (açúcar do leite).
O Nu-ZymesMR contém as enzimas que seu organismo pode não estar mais produzindo e que você pode não estar obtendo a partir dos alimentos que ingere. Poucas pessoas, se é que há alguma, param de produzir enzimas. O produto não pode curar este problema. O conteúdo enzimático nos alimentos não possui nenhuma importância pois tais enzimas são digeridas e não tem atuação no interior do organismo. 
Enzimas são a centelha motora da vida! Elas energizam as moléculas de proteína feitas por todas as células animais e vegetais. Elas catalizam, o que significa fazer as reações químicas acontecerem mais rapidamente, e regulam a maioria das reações bioquímicas que ocorrem no interior do corpo humano. Enzimas são moléculas de proteína especiais. Elas não são "energizadas". As enzimas que auxiliam na regulação das reações bioquímicas das células do organismo são feitas pelas próprias células e, por isso, não podem ser fornecidas por comprimidos com enzimas de plantas.
Existem 3 grupos básicos de enzimas: (1) enzimas metabólicas, (2) enzimas digestivas e (3) enzimas de alimentos. Enzimas metabólicas são aquelas enzimas que catalizam várias reações químicas no interior das células, como por exemplo desintoxicação e produção de energia. Enzimas digestivas são secretadas no percurso do trato gastrointestinal para digerir o alimento de forma que os nutrientes possam ser absorvidos pela corrente sanguínea. Enzimas de alimentos estão naturalmente presentes em todos os alimentos frescos. "Enzimas de alimentos" não são necessárias ao organismo, seja para digestão ou qualquer outro propósito.
Enzimas são responsáveis pela construção, síntese, transporte, envio e entrega dos muitos ingredientes e compostos químicos que nossos organismos usam na vida diária. Enzimas trabalham acelerando as reações químicas do organismo. Se o seu organismo tem falta dessas enzimas, levaria cerca de uma hora para que o cérebro processasse uma informação visual, auditiva ou olfatória, as quais normalmente levariam apenas uma fração de segundo. Enzimas em alimentos não podem repor a falta de enzimas celulares. Todos os produtos de origem animal ou vegetal contém enzimas. Elas são responsáveis tanto pelo crescimento como pela deterioração do produto após a colheita (amolecimento, descoloração, rancificação, etc). Elas não tem nenhuma ligação com o processo digestivo, depois que o alimento é consumido.
A medida em que o tempo passa, a produção enzimática em seu organismo começa a diminuir. Você não pode mais comer os alimentos bem temperados que tanto gosta? É mais difícil para você recuperar-se rapidamente de dores e machucados? Você sente diminuição de seu vigor? Ou você está se sentindo simplesmente mais velho? Se você se sentir mais velho do que realmente é,  isso pode ser o resultado da baixa produção de enzimas. É pouco provável que os problemas aqui descritos estejam de alguma forma relacionados com a "baixa produção de enzimas".
Muitos fatores contribuem para a deficiência enzimática. Quantidades excessivas de enzimas são requeridas quando se tem hábitos alimentares pobres, como lanches rápidos e consumo excessivo de gorduras e açúcares. As tensões da vida diária danificam ou até mesmo matam as células, forçando o maquinário produtor de enzimas a trabalhar além do normal para ajudar a reconstruir ou refazer as células. A poluição ambiental causa danos contínuos as células, sendo necessária a assistência continua das enzimas para a manutenção de um sistema imunológico saudável. A passagem do tempo também é um fator de grande importância. Cada uma dessas afirmações ou é falsa, ou enganadora, ou ambas.

 

Todos os dias, nosso organismo torna-se mais deficiente em enzimas do que no dia anterior. Não existe tal coisa chamada "deficiência enzimática" do organismo. Existem sim, doenças (a maior parte delas hereditárias) nas quais uma ou algumas enzimas estão ausentes ou são produzidas em quantidades insuficientes. Mas o Nu-ZymesMR não pode corrigir nenhum desses problemas.
A dieta moderna consiste principalmente de alimentos cozidos que são deficientes em enzimas. A maior parte dos americanos come poucas frutas e vegetais frescos, os quais são fontes excelentes de enzimas. Contudo, as enzimas são destruídas quando o alimento é processado industrialmente, enlatado ou cozido. Os suplementos enzimáticos podem substituir algumas das enzimas perdidas no processo de cozimento, bem como melhorar aquelas enzimas encontradas nos alimentos frescos. A quantidade de enzimas nos alimentos não tem nenhuma relação com a saúde porque as enzimas encontradas nas plantas, quando ingeridas, são digeridas como todas as outras proteínas. Alimentos processados industrialmente podem conter quantidades diferentes de várias enzimas, o que acaba contribuindo para que eles se estraguem com o passar do tempo.
Alimentos frescos contém enzimas necessárias a digestão porém, o cozimento destrói essas enzimas e força as enzimas do organismo a fazer o trabalho daquelas que foram destruídas. Alimentos frescos não contém enzimas que sejam necessárias ao processo de digestão. Todas as enzimas necessárias a digestão humana são produzidas pelo próprio organismo.
O Sistema de Distribuição Enzimática (s.d.e.) melhora a absorção de muitas vitaminas, minerais, ervas e fito-nutrientes provenientes dos complexos alimentares ingeridos. Esse sistema, s.d.e, intensifica o suplemento nutricional pois combina a necessidade especifica de uma certa enzima com o nutriente adequado, auxiliando assim a sua entrada na corrente sanguínea. Os compostos químicos do organismo podem combinar entre si facilmente, o que significa que eles ficam "unidos" um ao outro, tornando a sua absorção bastante difícil. Muitos compostos originários de plantas podem se unir a vitaminas, diminuindo a sua absorção. Carboidratos se unem a minerais, proteínas e outros nutrientes, limitando assim a sua bio-disponibilidade. Enzimas não melhoram a absorção de vitaminas, minerais, ervas ou fito-nutrientes. Nutrientes provenientes de plantas são absorvidos normalmente pelo corpo humano sem enzimas suplementares. Nenhum nome de suplemento é especificamente citado. Suplementos alimentares não são necessários para a nutrição humana. Os compostos, no organismo, que supostamente ficam "unidos" não são citados. A união de carboidratos a outros nutrientes, pode na verdade aumentar a sua bio-disponibilidade. Os processos de digestão intestinal e absorção são bastante complexos e foram longamente estudados. Não há evidencia de que, qualquer coisa contida no Nu-ZymesMR afete esses processos de uma forma significativa.
CereCalaseMR . . . .funciona na liberação de nutrientes ligados a fibras ou nutrientes que estão  "unidos as fibras". Todas as pessoas estão consumindo mais fibras com o objetivo de colher os benefícios a saúde que elas proporcionam. Contudo, certas fibras contém fatores anti-nutritivos e o aumento do seu consumo pode trazer conseqüências negativas. As enzimas contidas nesta mistura podem funcionar em laboratório mas, não atuam após sua ingestão pois elas seriam inativadas (e digeridas), juntamente com qualquer outra proteína consumida. Mesmo que essas enzimas pudessem funcionar, não haveria nenhuma vantagem em digerir celulose ou fibras similares pois estas fibras absorvem água e assim ajudam a prevenir a prisão de ventre (constipação intestinal) bem como ajudam a reduzir os níveis sangüíneos de colesterol.
Todos os alimentos frescos naturalmente contém os tipos e proporções adequados de enzimas necessárias para dar andamento ao processo de decomposição. Mais ainda, quando o alimento fresco é ingerido, a mastigação rompe a membrana celular e libera essas enzimas naturais do alimento, muitas das quais seguem intactas e contribuem para o processo digestivo. Entre essas enzimas incluem-se a protease, que degrada longas cadeias de proteínas (polipeptídios) em pequenas cadeias de aminoácidos e no final em unidades individuais de aminoácidos, a amilase que causa redução de grandes carboidratos (amidos e outros polissacarídeos) em dissacarídeos, incluindo a sacarose, lactose e maltose, a lipase que digere gorduras (triglicerídeos) transformando-as em ácidos graxos livres e glicerol, e a celulase, que não é encontrada no corpo humano, que rompe as ligações encontradas nas fibras. Enzimas encontradas nos alimentos são digeridas pelo estômago e não participam do processo digestivo. A digestão de material celulósico ("fibras da dieta") iria contra a indicação atual para aumentar o consumo de fibras devido as propriedades benéficas, favoráveis a boa saúde.
Normalmente, o corpo humano é capaz de produzir essas enzimas, com exceção da celulase, que são necessárias para a digestão e absorção de nutrientes. Contudo, com aproximadamente vinte milhões de americanos sofrendo de vários problemas digestivos, não se pode falar em condições ideais. A grande maioria dos "problemas digestivos" não está relacionado com problemas enzimáticos.
A maior parte das enzimas contidas nos alimentos, são essencialmente destruídas quando do cozimento e processamento dos alimentos, deixando esses alimentos sem a atividade enzimática. Quando colocamos o trabalho digestivo do corpo a cargo exclusivamente do sistema digestivo, o processo causa extrema sobrecarga no organismo. Nesse caso, problemas digestivos podem aparecer, causando uma digestão inapropriada com a pouca absorção de nutrientes, o que pode causar problemas maiores. As conseqüências de uma baixa absorção de nutrientes pode causar deficiências na imunidade, reações alérgicas, baixa taxa de cicatrização, problemas de pele e flutuações de humor. As enzimas presentes nos alimentos são digeridas pelo estômago e não participam do processo digestivo. Sua presença ou ausência não tem nenhuma ligação com "extrema sobrecarga do processo digestivo". Doenças que envolvem baixa absorção de nutrientes são relativamente raras. A falta de absorção severa de nutrientes leva a má nutrição e pode causar vários problemas mas, estes sérios problemas requerem tratamento médico e não serão combatidos com a ajuda de comprimidos como o Nu-ZymesMR. Qualquer referência de que o Nu-ZymesMR poderia tratar doenças associadas com a má nutrição seria considerada uma referência a um efeito medicinal, o que violaria as leis estaduais e federais dos EUA.
O norte-americano médio tem falta de enzimas na sua dieta. As enzimas, nos alimentos cozidos ou processados industrialmente usando temperaturas acima de 48° C, são destruídas. A maior parte dos alimentos modernos são cozidos ou processados industrialmente o que faz com que as enzimas essenciais basicamente não existam. A quantidade de enzimas no alimento não tem nenhuma importância para a saúde. O Departamento de Agricultura dos EUA, que coleta uma quantidade enorme de dados relativos aos alimentos e ingestão de nutrientes disponíveis neste país, não mede o  "consumo de enzimas nos alimentos" porque esse consumo não tem significância nutricional ou de saúde.
A digestão dos alimentos provoca uma das maiores  "drenagem de energia" no organismo. Numa situação ideal, o individuo se alimenta, o organismo degrada o alimento em pequenas partículas que vão produzir energia (havendo um grande suprimento de enzimas presentes) e o organismo obtém todo o "combustível" necessário para manter-se em funcionamento e fazer quaisquer reparos necessários. Com a falta de enzimas, o alimento não é completamente digerido. Essa falta de digestão provoca o aparecimento de gases, indigestão e expansão abdominal ou drena sua energia e "entope" seu sistema digestivo completamente com produtos colaterais de efeito potencialmente maléfico. Incluem-se entre tais produtos colaterais: alérgenos alimentares, fungos, bactérias e outros fatores indesejáveis. A digestão dos alimentos não provoca drenagem de energia no organismo. As enzimas no Nu-ZymesMR não melhoram o processo digestivo. Não existem coisas do tipo  "entupimento" do "sistema do corpo". A digestão incompleta, quando ocorre, não causa alergias.
Praticamente todas as pessoas podem se beneficiar ao suplementar sua alimentação com enzimas. Mesmo as pessoas sadias podem melhorar sua absorção e utilização dos nutrientes através do uso de enzimas digestivas. Claro que os benefícios serão variados, dependendo da dieta do indivíduo e de sua saúde em geral. Este parágrafo implica falsamente que quase todas as pessoas estão sofrendo de deficiência enzimática.
Pessoas com boa saúde, podem esperar uma menor sensação de plenitude após as refeições, aumento de energia, esvaziamento mais rápido do conteúdo estomacal, diminuição de gases e regularização do esvaziamento intestinal. Pessoas com boa saúde, não vão ser capazes de notar qualquer diferença como resultado da ingestão de "suplementos enzimáticos".
Há vários anos diferentes tipos de organismos humanos tem sido reconhecidos. Cada tipo de organismo é diferente, devido as reações bioquímicas que os ajuda a funcionar de forma adequada. Essas reações bioquímicas não podem ocorrer no organismo sem enzimas. A deficiência de uma enzima particular pode afetar de forma significativa o funcionamento daquele tipo de organismo em particular. Nenhum tipo de classificação de organismos humanos que corresponda a essa descrição foi reconhecido pela comunidade científica.
As deficiências de certas enzimas em certos tipos de organismos podem resultar nos seguintes problemas de saúde: hipoglicemia ou diabetes; flutuações de humor; depressão; alergias; TPM; acne; cansaço; mãos ou pés frios; pressão alta ou baixa; dores no pescoço e ombros; artrite; espasmos musculares; dificuldade em perder peso; . . . colesterol aumentado; doenças cardíacas; acúmulo de toxinas; síndrome da hiperpermeabilidade do trato gastrointestinal; inflamação das juntas; disfunções sexuais; osteoporose; insônia; sistema imunológico enfraquecido; sinusites. Esta lista não tem o menor sentido. A maior parte dos problemas não tem nada a ver com qualquer tipo de deficiência enzimática. Algumas das doenças listadas podem ser associadas com desordens metabólicas raras, nas quais ocorrem falta de enzimas. Nenhum problema na lista pode ser tratado com comprimidos de enzimas. Qualquer afirmação de que Nu-ZymesMR poderia tratar doenças seria considerada referência a um efeito medicinal, o que violaria as leis estaduais e federais dos EUA.
Para verificar qual tipo de organismo é o seu, encontrar quais enzimas seriam deficientes no seu caso e quais problemas de saúde que você está arriscado a ter, obtenha nosso novo Guia de Análise do seu Tipo de Organismo – distribuído GRATUITAMENTE com cada pedido de Nu-ZymesMR Nenhum sistema classificando o "tipo de organismo" relacionado a deficiência enzimática foi reconhecido pela comunidade cientifica. Nenhum questionário pode ser criado de forma que as respostas possam determinar se uma pessoa sofre de deficiência enzimática.

Abaixo encontram-se outras pessoas e empresas que tem promovido o conceito sem sentido de "deficiência enzimática":

Atuação do FDA (Administração dos Medicamentos e Alimentos nos EUA) no cumprimento da lei

Em 28 de janeiro de 2003 o FDA notificou a MediaPower que o material promocional do Nu-ZymesMR e dois outros produtos continham afirmações terapêuticas ilegais e estavam rotulados incorretamente. A carta de notificação, endereçada ao principal executivo da empresa Kenneth Byers com cópia para o presidente da companhia, Christopher M. Homer, traz objeções as afirmações de que o Nu-ZymesMR é útil no tratamento ou prevenção de várias doenças, incluindo refluxo de acidez gástrica, arterioesclerose, artrite, câncer de cólon, diabetes, fibromialgia, pressão alta, doenças cardíacas, e síndrome do intestino irritável. A carta também notificava que a frase promocional que diz "Nu-ZymesMR é feito em instalações industriais . . . aprovadas pelo FDA" é ilegal porque o FDA não trata da aprovação de instalações industriais que fabricam suplementos dietéticos.

Quackwatch em português

Artigo revisado em 11 de março de 2003.
Publicado em português em 7 de março de 2004.
1